* Outros Blogs do meu Grupo *

sábado, 7 de abril de 2012

Ah, como é doce essa saudade!


Nem sempre a saudade
é triste e amarga;
deixa em nós o belo,
o sonho, o desejo!

Se pudesse repousaria meu corpo contigo,
deixando o tempo nos levar.
Se pudesse iria além do mar
e faria de ti minha morada,
de tua cama nosso templo,
de teu colo meu abrigo,
dessa noite a nossa Vida!

Consolámos mais um dia de saudade
e por hoje dormimos serenos,
em nós alimentámos
nossos desejos, quereres
e sonhos que um dia serão realidade!

José Manuel Brazão

[...]

E como foi doce a saudade
Que deu novo sabor à vida
E envolveu o desejo.
Desejo que esse amor se realizasse.

O belo, o sonho, o desejo
Enfrentando os perigos do mar
Atravessando o oceano,
Sobrevivendo às  tempestades e ao desconhecido
Só pra chegar  aqui e envolver-se nos braços...
Nos braços de sua  amada.
  
É o doce sabor da espera
Que alimenta a esperança
Dando novo sabor a vida.
Realizando o sonho:
Ser sua morada.
E poder gritar ao mundo:

Ah! Que doce foi à saudade!

3 comentários:

Sueli Rodrigues disse...

Aqui tudo fica tão bonito!!!
Admiração esse é o sentimento de hoje!
Su

Evanir disse...

Páscoa é ajudar mais gente a ser gente,
é viver em constante libertação, é crer na vida que vence a morte.
Páscoa é renascimento, é recomeço,
é uma nova chance pra gente melhorar as coisas que não gostamos em nós.
Para sermos mais felizes por conhecermos a nós mesmos mais um pouquinho
e vermos que hoje somos melhores do que fomos ontem.
Uma Pascoa Abençoado com carinho.
Evanir..

Maria Marçal disse...

Particularmente,que bela essa poesia!
Entendo que muito do talento desse blog está dividido com outras poetas,amigo novo.

Achei de uma humildade brilhante.

Bom dia, Maria Marçal - Porto Alegre - RS